5 Dicas IPVA 2022

1. Saiba o valor do IPVA

Muita gente tem por hábito pagar o IPVA, seja à vista ou parcelado, mas não tem nem ideia de como ele funciona e nem quanto ele custa.

O IPVA varia de acordo com cada estado. Além disso, cada modelo e ano tem variação também na cota a pagar. Sendo assim, quanto mais caro o automóvel, mais você vai pagar no seu IPVA.

Ele é calculado levando em consideração os valores da tabela Fipe da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, assim como publicações especializadas e é multiplicado pela alíquota de cada estado. Já os carros zero têm como valor base o que está na nota fiscal.

Sendo assim, nossa primeira dica IPVA 2022 é saber quanto você vai precisar pagar. Para isso, basta acessar o site do Detran – Departamento Estadual de Trânsito do seu estado.

2. O IPVA de 2022 aumentou?

Sim! 

E isso aconteceu por conta da valorização dos carros usados no Brasil durante a pandemia e a diminuição da disponibilidade dos carros zero quilômetro. Portanto, uma das dicas é se planejar financeiramente para pagar o imposto sem prejudicar seu orçamento.

Sendo assim, saber exatamente o valor do imposto que você precisa pagar é uma boa forma de saber como economizá-lo. Além disso, há programas estaduais de descontos que podem ajudar a diminuir o valor do seu tributo.

Além disso, existem também diversas situações onde você pode ter isenção do IPVA como pelo ano do seu carro (carros antigos) ou se você possui algum tipo de deficiência. Confira também no Detran da sua cidade quais são as possibilidades.

3. Saiba quando vence o seu IPVA

Como a gente disse ali no início, cada pessoa paga o IPVA de acordo com o final da placa do carro. No entanto, cada estado tem um calendário diferente para o pagamento, por isso é bom ficar de olho no site do Detran.

Na maioria dos estados brasileiros, o tributo vence no início do ano e você tem a opção de pagá-lo em uma vez com desconto ou parcelado.

4. Formas de pagamento do IPVA 2022

Atualmente, você tem três formas diferentes para pagar o tributo. Escolha aquela que se encaixa nas suas possibilidades:

  • Cota única: normalmente com o vencimento em janeiro, essa forma de pagamento muitas vezes é incentivada através de desconto, que pode chegar até 10%. No entanto, alguns estados podem oferecer pouco desconto como 2 ou 3%, fique atento;
  • Parcelado: você pode pagar o tributo de acordo com o calendário do governo do seu estado, sendo que a maioria deles proporciona o parcelamento em até 6 vezes. Porém, esse número pode variar;
  • Parcelamento em até 12 vezes: essa opção você pode utilizar com o auxílio de financeiras, podendo pagar também com cartão de crédito ou Pix.

5. Não atrase o IPVA

Uma das dicas IPVA 2022 que muita gente acaba deixando passar é não atrasar o pagamento do tributo. Porém, essa tem que ser uma opção fora de cogitação!

Isso porque se você não pagar o IPVA dentro do prazo de vencimento, o imposto sofre multa de 0,33% ao dia! E, se atrasar de 60 dias, essa porcentagem pode chegar a 20%. 

Outro ponto importante é que, com o atraso desse pagamento, você não conseguirá licenciar o seu veículo e nem renovar o CRVL ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo.

Ou seja, além de você não economizar e ainda acabar tendo um gasto a mais, pode prejudicar totalmente o seu orçamento. Portanto, atente-se, programe-se e não atrase o pagamento do seu IPVA 2022.

Por mais que o IPVA atrasado não gere multa de trânsito, ele gera multa de atraso de pagamento e, como não é possível licenciar o veículo, isso sim pode gerar uma multa e ainda debitar 7 pontos na sua carteira!

Deixe um comentário